Azul acerta venda de participação na TAP ao governo de Portugal

A companhia aérea brasileira Azul anunciou nesta sexta-feira (3) que vendeu sua participação acionária na TAP ao governo português. De acordo com ao jornal Estado de S.Paulo, a venda da participação indireta de 6% foi por uma cifra próxima de R$ 65 milhões, com eliminação do direito de conversão dos bônus seniores detidos pela Azul de 90 milhões de euros com vencimento em 2026.

O CEO da Azul, John Rodgerson, contou que, como muitas outras companhias aéreas em todo o mundo, a TAP foi severamente impactada pela crise da pandemia de Covid-19. “Com a ajuda fornecida pelo governo português, seremos capazes de garantir a continuação da TAP, e também manter a integridade de nosso investimento”, afirmou. 

Nesta quinta (2), o governo português anunciou que firmou acordo com acionistas privados da companhia aérea TAP passando a deter participação de controle sem reestatizar a empresa, que passa por dificuldades desde que a pandemia do novo coronavírus praticamente paralisou o setor.