Dana White recusa aposentadoria de Amanda Nunes no UFC: “Eu mato ela”

Presidente do UFC diz que conversou com matchmakers da companhia para reforçar divisões de peso das quais a baiana é campeã, e afirma ficar “louco” com ideia de ela parar

O presidente do UFC, Dana White, foi pego de surpresa pela declaração de Amanda Nunes ao Esporte Espetacular de que pode se aposentar em breve. O dirigente soube disso durante uma entrevista ao podcast “The Schmozone Podcast”, e teve uma reação engraçada, de desespero, num momento em que a organização planeja promover mais a campeã de duas categorias diferentes de peso. Informações do GE

– Eu mato ela! (…) Eu literalmente acabei de dizer ao Sean (Shelby) e Mick (Maynard, matchmakers do UFC) na última reunião: vamos construir essa divisão (peso-pena) para ela. Vamos construir esta divisão para ela e vamos resolver (quem vai enfrentá-la). E Ela agora está falando em se aposentar? – respondeu White, segundo transcrição do site “MMA Junkie”.

É raro Dana White se opor à aposentadoria de um lutador. Uma expressão que o dirigente repetiu várias vezes nos últimos anos é que “se um lutador está pensando em parar, ele deveria parar”. Atualmente, o presidente vem lidando com vários astros ameaçando se aposentar como táticas de renegociação de contrato – caso de Jon Jones, Conor McGregor e Henry Cejudo.

– Sabe o que é incrível sobre isso quando se pensa nisso? Ela se aposentar não é incrível, isso me deixa louco, na verdade. Sabe como eu sempre digo, “Se você está falando em se aposentar, então provavelmente devia”… A não ser que você esteja onde ela está. Neste momento que tenho caras chorando por dinheiro, uma das nossas lutadoras, que poderia seguir fazendo isso por muito tempo, está dizendo, “Talvez eu me aposente agora”. Ela tem muito dinheiro, e ela pode fazer isso – acrescentou White.