Ativista do 300 do Brasil, Sara Winter é presa pela Polícia Federal

Ativista do movimento 300 do Brasil, Sara Winter foi presa em Brasília pela Polícia Federal, na manhã desta segunda-feira (15).

O mandado de prisão foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O mandado atende a um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR).

Sara Winter é investigada no inquérito das fake news, sob suspeita de ameaça aos ministros do STF. Recentemente ela foi alvo de busca e apreensão e fez novas ameaças aos ministros da Corte.

Sara também foi expulsa do Democratas após a sua filiação ao partido vir a público. O próprio prefeito ACM Neto, presidente nacional da legenda, expulsou a ativista.