Mais de oito milhões de espectadores assistiram ao retorno do futebol italiano

O derby entre Juventus e AC Milan foi transmitido pela televisão estatal italiana.

Mais de oito milhões de pessoas assistiram na sexta-feira (12) ao jogo Juventus-AC Milan, da Taça da Itália de futebol, através da televisão estatal italiana (RAI), número que constitui novo recorde para esta época, informou hoje a comunicação social transalpina.

O jogo da segunda rodada das semi-finais da competição, que terminou sem gols e no qual a equipe de Turim garantiu presença na final, devido ao empate por um gol no primeiro jogo, marcou o regresso do futebol ao país, depois de uma parada de cerca de três meses devido à pandemia de COVID-19, que atingiu fortemente a Itália.

O encontro teve uma audiência de 8,3 milhões, ficando um pouco acima dos 8,09 milhões que assistiram ao jogo da primeira rodada, disputado em 13 de fevereiro, e no qual o português Cristiano Ronaldo marcou o gol que permitiu à ‘Juve’ empatar a partida.

O atacante voltou a ter destaque no jogo da segunda rodada, mas de modo negativo, ao desperdiçar uma grande chance ao perder o penalti aos 16 minutos, acertando a trave do AC Milan, o que não foi impeditivo da qualificação da Juventus.

Quando foi autorizado o regresso das competições e futebol, o ministro italiano dos Esportes, Vincenzo Spadafora, manifestou-se satisfeito pelos dois primeiros jogos serem da Taça da Itália e transmitidos em sinal aberto.

Hoje, Nápoles e Inter Milão disputam a outra semi-final da competição, para a qual a equipe napolitana parte com um gol de vantagem.

A pandemia de COVID-19 já provocou quase 423 mil mortos e infectou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A Itália é um dos países mais atingidos, tendo registado 34.223 mortos e mais de 236 mil casos confirmados de infeção.